Estreia da segunda etapa do Festival de Cinema Acessível é sucesso na Capital

Altere o tamanho da fonte:

Para quem perdeu a primeira sessão, novos títulos poderão ser conferidos dentro da programação do Festival.

A segunda etapa do Festival de Cinema Acessível, lançada na Capital no último dia 8 de julho, foi um sucesso. Mais de 100 pessoas prestigiaram a exibição da comédia “Se eu fosse você”, que contou com audiodescrição, legendas e libras. Essas tecnologias permitem o acesso de pessoas cegas, com baixa visão, surdas, com baixa audição e sem nenhuma deficiência de forma simultânea.

A sessão de estreia foi marcada por risadas e um clima de descontração na plateia. Vendas foram distribuídas no início da sessão. Muitas pessoas sem deficiência assistiram ao filme vendadas e puderam sentir, na prática, a importância da acessibilidade. “O Festival proporciona um ambiente que valoriza as diferenças, a inclusão e a troca de experiências. É emocionante perceber que todos se divertiram com o filme e que as pessoas aprendem muito umas com as outras”, afirma Sidnei Schames, diretor do Som da Luz e idealizador do projeto.

Os próximos filmes na programação do Festival são “Tropa de Elite 2” (29 de julho) e “O Palhaço” (19 de agosto). As exibições ocorrem na sala Paulo Amorim da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico), sempre às 19h30. A entrada é franca. A iniciativa é uma realização do Som da Luz, com patrocínio de Banrisul Consórcios, Badesul e IMEC Supermercado, através da Lei Rouanet.

Conforme Schames, o sucesso da primeira etapa do evento e a estreia da segunda etapa em uma sessão lotada evidenciam que o público está ávido por produções cinematográficas e atividades culturais com acessibilidade. “Cinema pode – e deve – ser um espaço de todos. Acredito que o Festival está contribuindo com uma mudança de paradigma, em que a arte de forma mais ampla passa a ser pensada para todos”, afirma ele.

HISTÓRICO
No ano passado o Som da Luz promoveu a primeira etapa do Festival de Cinema Acessível em Porto Alegre, com a exibição de cinco longas-metragens. Durante o primeiro semestre deste ano as obras do Festival foram exibidos nas principais cidades do interior do Estado através de uma ação de treinamento do Banrisul e mais cidades serão visitadas com o Projeto FAC Circulação RS . Além disso, a equipe do Festival está visitando escolas públicas e privadas para levar cinema e debater questões de acessibilidade com alunos e professores. A intenção do Som da Luz é receber novos patrocinadores para a realização de mais títulos acessíveis.
Muitos músicos, artistas e admiradores do cinema manifestaram publicamente o seu apoio ao Festival, postando vídeos e convidando o público a prestigiar o evento. Acompanhe tudo no Facebook: www.facebook.com/Festival-de-Cinema-Acessivel

SERVIÇO
O quê: Festival de Cinema Acessível

Realização: O Som da Luz

Datas: 29 de julho (Tropa de Elite 2) e 19 de agosto (O Palhaço)

Local: Sala Paulo Amorim da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre)

Horário: 19h30

Entrada franca

Contatos: festivalcinemaacessivel@gmail.com, fone (51) 3086 0527

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email nunca é divulgado.Campos obrigatórios são marcados *