Resignificando sabores

Altere o tamanho da fonte:

Você já identificou se o chocolate é branco ou preto de olhos fechados, ao derreter na boca?

Já deixou a chuva encharcar sua roupa e abriu a boca para matar a sede?

Já sentiu o cheiro do mato molhado na tempestade?

Já dançou sem se importar se alguém está vendo?

Já gargalhou até ficar com a barriga doendo?

Já cantou no chuveiro sem se dar conta?

Já escutou seu artista favorito no último volume, sem se preocupar com vizinhos?

Já percebeu outro coração acelerado no mesmo ritmo que o seu?

Já trocou um beijo intenso como se o mundo tivesse acabando?

Já se decepcionou profundamente?

Já viveu um sonho impossível?

Já tornou esse sonho realidade?

Já sorriu com o olhar, com os lábios, com mãos e com o corpo todo?

(…)

Viver intensamente pode parecer perigoso para os mais céticos

Mas a vida é muito curta para ser pequena

Nada como vivenciar a riqueza de tantos sabores e significados…

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email nunca é divulgado.Campos obrigatórios são marcados *