Arquivo da tag: deficiência visual

Turismo Acessível em Pelotas/RS

Conhecer a lugares tradicionaiss na cidade gaúcha de Pelotas, como as charqueadas e o Museu do Doce, com o acompanhamento de guias que resgatam toda a história e a cultura do local. Essa é a proposta do PRIMEIRO ENCONTRO OLHO DE SOGRA, que irá levar o público com deficiência visual para um divertido passeio cultural no município. O título “Olho de Sogra” remete ao tradicional doce que torna a cidade conhecida e também é uma brincadeira com o “olho” e a dificuldade de enxergar por parte do público-alvo do passeio. As atividades serão nos dias 29 e 30 de abril – junto ao feriado do dia 1o de maio – e chamam atenção para a importância do turismo acessível a todos os públicos.

As inscrições para participar do Encontro estão abertas e você pode se programar. A iniciativa surgiu por parte do consultor em acessibilidade em ambientes culturais Leandro Pereira, que cursa Museologia na Universidade Federal de Pelotas e, por ter deficiêncis visual, acaba sentindo na prática as dificuldades de realizar passeios turísticos. Segundo ele, todos os pontos visitados terão guias e contarão com audiodescrição do espaço. Fazem parte da equipe de recepção estudantes e profissionais de Museologia, Terapia Ocupacionale t Turismo, o que evidencia a importância de uma abordagem interdisciplinar da proposta. Se você se interessou entre em contato através do e-mail:

encontroolhodesogra@gmail.com

Ou pelo link:

www.sitiodosvox.com/olhodesogra

Moraes Moreira faz show no aniversário da ACERGS

O programa Conversa de Botequim do dia 08 de outubro de 2015, da rádio FM Cultura, apresenta show de Moraes Moreira exclusivo para associados da Acergs (Associação de Cegos do RS). O artista realizou um show em Porto Alegre exclusivo para associados e convidados da Acergs. Na plateia estavam aproximadamente 60 pessoas com deficiência visual. O show faz parte das comemorações de aniversário da entidade, que passa por dificuldades financeiras e pede ajuda da população para dar continuidade ao trabalho que realiza. Vale a pena acompanhar o programa!

Conversa de Botequim – 08/10/2015 by Fm Cultura 107.7 on Mixcloud

Filme brasileiro no 40º Festival de Cinema de Gramado terá audiodescrição

Colegas é o único filme entre todas as categorias que será exibido com recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual

O longa-metragem Colegas – O Filme, com roteiro e direção de Marcelo Galvão, produzido pela Gatacine, será exibido com audiodescrição ao vivo no 40º Festival de Cinema de Gramado. A sessão ocorre no dia 13 de agosto (segunda-feira) a partir das 21h30, no Palácio dos Festivais. Entre os 48 filmes inscritos no evento (nas categorias longas-metragens, curtas brasileiros e curtas gaúchos), Colegas é o único com audiodescrição. O recurso garante o acesso às informações visuais da obra a pessoas cegas e com baixa visão, além de beneficiar pessoas com síndrome de Down, problemas neurológicos e dificuldade de memorização.

O público com deficiência visual e os demais interessados na audiodescrição devem solicitar os fones de ouvido na entrada da sessão, mediante a apresentação de documento de identidade. A audiodescrição, produzida pela Tagarellas Produções, será feita ao vivo em uma cabine de tradução simultânea. De lá, a audiodescritora Marcia Caspary fará a narração de cenários, imagens, figurinos e ações que não possam ser percebidas pela ausência da visão. Somente as pessoas que estiverem usando os fones terão acesso a esse conteúdo.

Essa é a segunda vez durante os 40 anos do Festival em que um filme conta com audiodescrição. A primeira foi em 2007, com o longa-metragem Saneamento Básico, audiodescrito por voluntários da operadora de Telefonia Vivo, com roteiro elaborado por Lívia Motta. A iniciativa revela a preocupação dos produtores de Colegas com o acesso de todos a bens culturais. O roteiro da audiodescrição é de Kemi Oshiro, Marcia Caspary e Mimi Aragón, com supervisão de Lívia Motta. A consultoria é de Felipe Mianes e Mariana Baierle.

Colegas traz de forma poética e divertida a história de três personagens com síndrome de Down. Inspirados pelo filme Thelma & Louise, eles resolvem fugir do instituto onde vivem em busca de seus sonhos: Stallone deseja ver o mar, Aninha quer casar e Márcio precisa voar. Os protagonistas são Ariel Goldenberg, Rita Pokk e Breno Viola. No elenco, entre outros, Lima Duarte, Marco Luque, Otavio Mesquita e Juliana Didone, além de aproximadamente 60 jovens com síndrome de Down.

SERVIÇO
. Colegas – O Filme, longa-metragem de Marcelo Galvão com audiodescrição ao vivo.
. 13 de agosto (segunda-feira), às 21h30, com entrada a partir das 21h.
. Palácio dos Festivais (Avenida Borges de Medeiros, 2697 – Gramado/RS).
. Trailer com audiodescrição:

. Ingressos: Ingresso Rápido
. Informações sobre o 40º Festival de Cinema de Gramado: Festival de Gramado

Assessora de Imprensa: Mariana Baierle (51) 8433 7368/ Tagarelas Produções (51) 8118 9814

Descrição do cartaz
O cartaz do filme é vertical e foi criado a partir de uma fotografia colorida. Uma moldura branca cerca a imagem. O texto, em letras brancas, está centralizado e aplicado sobre a metade superior da foto. É dia. O céu pálido, parcialmente encoberto por uma fina camada de nuvens, preenche quase toda a imagem. Abaixo, pequeninas, ocupando mais ou menos 1/6 da foto, três pessoas de costas e em pé na beira da praia, observando o mar de ondas pequenas e irregulares. São dois homens e uma mulher. Cada um tem um braço erguido, com o cotovelo dobrado e a mão na altura da testa, como se procurasse algo na linha do horizonte. Todos estão descalços. À esquerda, um dos homens veste um conjunto bege de calça bem folgada e colete sem mangas. Seus cabelos são curtos e castanhos. Ao lado dele, o outro homem usa malha azul bebê, parecida com um grande tip top de mangas e calças compridas, e veste, por cima, uma sunga amarela. Tem os cabelos curtos e pretos. Um pouco mais afastada dos dois, a mulher usa um vestido longo, com estampa em tons de lilás e laranja, sobre blusa lilás de mangas longas. Seus cabelos são compridos e castanho-claros. Em um rodapé preto, logo abaixo da foto, estão as logomarcas dos realizadores. Mais abaixo e à direita, sobre a moldura branca, os endereços de dois sites.

Gatacine, Polo Cinematográfico de Paulínia, Sabesp, Neoenergia e Petrobras apresentam:

Melhor roteiro – 1º Festival de Paulínia – 2008

Um filme de Marcelo Galvão. Estrelando: Ariel Goldenberg, Rita Pokk, Breno Viola, Lima Duarte, Leonardo Miggiorin, Deto Montenegro, Rui Unas, Juliana Didone, Marco Luque, Maytê Piragibe, Nill Marcondes, Otávio Mesquita, Theo Werneck, Christiano Cochrane, Daniele Valente, Daniela Galli, Oswaldo Lot, Anna Ludmila, Germano Pereira, Theodoro Cochrane, J. Peron, Amélia Bittencourt, Giulia Merigo, Carlos Miola, Thogun.
Direção de arte: Zenor Ribas. Figurino: Kiki Orona. Direção de fotografia: Rodrigo Tavares. Montagem: Marcelo Galvão. Produção: Gatacine. Produtor: Marcelo Galvão. Produtor associado: Otávio Mesquita. Produção executiva: Marçal Souza. Distribuição: Europa Filmes. Roteiro e direção: Marcelo Galvão.

Colegas.
Uma divertida aventura em busca de três sonhos.

Apresentadores: Lei do Audiovisual Ancine – Agência Nacional do Cinema, Lei de Incentivo à Cultura Ancine – Agência Nacional do Cinema, Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura, ProAc – Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo, Governo Federal Brasil – País Rico é País Sem Pobreza, BR Petrobras, Sabesp, Neoenergia, Polo Cinematográfico de Paulínia, Gatacine Produções. Apoio: Net – O Mundo é dos Nets, Senac São Paulo, CVC, Locaweb, Libbs, ArtCenter Tecnologia em Impressão. Patrocínio: AkzoNobel – Tomorrow’s Answers Today, KSB. Distribuição: Europa Filmes.

www.gatacine.com.brwww.facebook.com/colegasofilme

Documentário “Olhares”

O documentário Olhares (2012), dirigido por mim e por meu amigo Felipe Mianes, será exibido no dia 16 de maio no II Seminário Nacional de Acessibilidade, que ocorre na UFRGS. “Olhares” trata do acesso à cultura por pessoas com deficiência visual. Entrevistamos pessoas cegas e com baixa visão que contam sua experiências e sua relação com a cultura (teatro, cinema, música, literatura, museus, escola, restaurantes etc).

Quero convidar a todos para participar do Seminário, que conta com uma ampla programação. A exibição de “Olhares” será seguida por um debate entre o público e seus diretores acerca dos temas tratados no filme.

A realização desse documentário foi um trabalho extenso, que eu e o Felipe realizamos ao longo de todo o ano passado e início desse ano.

E como não poderia deixar de ser: “Olhares” terá audiodescrição!

Abaixo o link para inscrição e a programação completa do Seminário:

http://acessibilidadecultural.wordpress.com/2012/03/30/programacao-do-ii-senaac/