Arquivo da tag: Festival

Agende-se! Estão definidas as datas dos próximos filmes do Festival de Cinema Acessível

Já estão confirmadas as datas de exibição dos próximos filmes do Festival de Cinema Acessível, realizado pelo Som da Luz através da Lei Rouanet. O patrocínio é de Banrisul Consórcios, Badesul e IMEC Supermercado. No dia 8 de julho será a sessão de “Se Eu Fosse você”, 29 de julho será exibido “Tropa de Elite 2” e 19 de agosto é a vez de “O Palhaço”. Todos os títulos contam com audiodescrição, legendas e libras. As sessões são sempre nas sextas-feiras, às 19h30, na sala Paulo Amorim da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas. 736), com entrada franca.

SERVIÇO:
Datas:

8 de julho: “Se Eu Fosse você”
29 de julho: “Tropa de Elite 2”
19 de agosto: “O Palhaço”

Local: Sala Paulo Amorim, da Casa de Cultura Mario Quintana

Horário: 19h30

Entrada franca

Estão definidos os títulos da segunda etapa do Festival de Cinema Acessível

O Festival de Cinema Acessível, que movimentou a cena cultural do Estado no ano passado, terá nova etapa a partir do segundo semestre em Porto Alegre. Os novos títulos confirmados já estão em fase de finalização. São eles: Tropa de Elite 2, O Palhaço e Se eu fosse você. A iniciativa é uma realização do Som da Luz, com patrocínio de Banrisul Consórcios, Badesul e IMEC Supermercado, através da Lei Rouanet.

O Festival é o primeiro do país a exibir clássicos do cinema brasileiro com audiodescrição, legendas e língua brasileira de sinais de forma simultânea. Os filmes são exibidos com os três recursos de forma simultânea, permitindo que pessoas cegas, com baixa visão, deficiência auditiva, surdas e até sem nenhuma deficiência assistam às obras na mesma sessão de cinema – que permite a troca de experiências através de um ambiente que valoriza as diferenças.

Conforme o idealizador do Festival e sócio do Som da Luz Sidnei Schames, o sucesso da primeira etapa do evento evidenciou que o expectador está ávido por produções cinematográficas e atividades culturais com acessibilidade. “Existe uma carência de eventos acessíveis no país. Através do Festival estamos tornando o cinema uma arte de acesso universal, tanto por atentarmos para a acessibilidade quanto por realizarmos exibições sempre gratuitas”, afirma Schames. Outra novidade nesta segunda etapa é que os filmes vão contar com a janela de libras e as legendas em tamanho maior, ocupando melhor as dimensões da tela de cinema.

Acompanhe todas as novidades em:

https://www.facebook.com/Festival-de-Cinema-Acessivel

Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência tem programação em Pelotas e Santa Cruz do Sul

As cidades recebem o Festival com programação personalizada, incluindo debates e sessões com acessibilidades

De 25 a 30 de setembro, o Assim Vivemos acontece em Porto Alegre, no CineBancários. Mas a trajetória do Festival não para por aí: depois da capital gaúcha, viaja até Pelotas e Santa Cruz do Sul, com programas específicos para cada cidade.

Em Pelotas, a programação acontece de 2 a 4 de outubro, no IFSUL (Instituto Federal Sul-Rio-grandense), paralelamente ao I Seminário Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação: ampliando os espaços de inclusão, acessibilidade e desenvolvimento social. Serão exibidos 13 filmes, incluindo produções de outras edições do Festival, entre elas “Quando Brilha um Raio de Luz”, “Aloha”, “Incluindo Samuel”, e “Entre Gigantes”. A cidade ainda terá cinco debates, como “Políticas públicas para inclusão”, “Audiodescrição” e “Acessibilidade universal”.

De Pelotas, o Assim Vivemos vai para Santa Cruz do Sul, onde apresenta sua programação na UNISC (Universidade de Santa Cruz do Sul), de 8 a 10 de outubro. São sete blocos de filmes, totalizando 17 produções, e dois debates que abordam respectivamente “Educação Inclusiva” e “Síndrome de Down: Trabalho e Vida Adulta”.

Para referência
Com 18 filmes e dois debates, a segunda edição do Festival Assim Vivemos acontece em Porto Alegre, no CineBancários, de 25 a 30 de setembro, trazendo todas as acessibilidades: audiodescrição e catálogos em Braille para deficientes visuais, legendas Closed Caption, interpretação em LIBRAS nos debates para deficientes auditivos e acesso para cadeirantes. Passando também por Pelotas e Santa Cruz do Sul, com programação personalizada, o Festival faz um painel multicultural do tema com produções de países como Brasil, Rússia, Estados Unidos, Moçambique, entre outros. A curadoria é de Lara Pozzobon e Gustavo Acioli e a entrada é franca.