Um café comigo mesma

Altere o tamanho da fonte:

Olhar pra dentro?

Olhar pra fora?

Encontro comigo

Re(des)encontro comigo

Os dois “eus” em conexão

Os vários “eus” em desconexão

 

Coragem, medos

Dores, prantos

Prazer, descobertas

Tato, perfume

Fatos, angústias

 

A respiração é profunda

O sentimento também

A chuva intensa me acalma

Plenitude no olhar

Ansiedade no tic-tac do coração

 

A vida pode ter gosto de capuccino

desde que eu aprenda a saboreá-la

no ritmo do tempo

Um comentário

Deixe uma resposta

Seu email nunca é divulgado.Campos obrigatórios são marcados *