Um café comigo mesma

Olhar pra dentro?

Olhar pra fora?

Encontro comigo

Re(des)encontro comigo

Os dois “eus” em conexão

Os vários “eus” em desconexão

 

Coragem, medos

Dores, prantos

Prazer, descobertas

Tato, perfume

Fatos, angústias

 

A respiração é profunda

O sentimento também

A chuva intensa me acalma

Plenitude no olhar

Ansiedade no tic-tac do coração

 

A vida pode ter gosto de capuccino

desde que eu aprenda a saboreá-la

no ritmo do tempo

Uma opinião sobre “Um café comigo mesma”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>