Arquivos mensais: março 2012

Aventura no caixa eletrônico

Essa semana consegui usar o caixa eletrônico pela primeira vez sem precisar da ajuda de ninguém através do sistema de áudio. Sempre que precisava sacar dinheiro, dava o cartão para algum familiar tirar para mim ou entrava na agência do banco e retirava o dinheiro com um funcionário. Situação muito trabalhosa e incomoda, pois eu dependia do horário de funcionamento do banco (que, aliás, já é super reduzido) e ainda tinha que me dirigir até uma agência.

A difícil busca por um emprego

Alguém já viu um anúncio de jornal procurando um jornalista ou professor com deficiência? Se encontrarem, por favor me avisem! Ou um anúncio procurando um advogado, um medico, um arquiteto com deficiência? Infelizmente, não há oferta de vagas para pessoas com deficiência com curso superior. É como se a pessoa com deficiência não pudesse estudar e ter uma boa formação.

Exposição com audioguia

Ocorre no próximo sábado (dia 24), às 17h, a abertura da exposição “O Solar que Virou Museu”, no Museu Joaquim Felizardo, em Porto Alegre.

A exposição conta com audioguia com a leitura dos textos dos paineis e a descrição de todas as imagens (fotografias, documentos, reportagens de época, linhas de tempo e objetos arqueológicos).

A bengala da sorte

Não estou muito acostumada a furar filas por ter deficiência visual. São vários os motivos. Primeiro porque fico meio constrangida em pensar que estou tirando algum tipo de “proveito” ou vantagem disso. Depois porque as pessoas não entendem o que é baixa visão e às vezes pensam que estou “fingindo” e querendo me aproveitar de uma situação. O meu problema não é muito aparente (para quem olhar os meus olhos), o que dificulta ainda mais a minha identificação como tendo uma deficiência visual.